You are currently browsing the category archive for the ‘tá dito…’ category.

joaninha

caté quinfim cabriu o mirante né?

a nha maria mais eu fomes lá quela tinha sodades camodos gustou munte da nóva decurassão tamém a caxopa qué munte despaxada questa vai longe tamém qué munte simpática e munte da cunversa.

do nome na cuncordo.

ná.

juaninha? ca raio dum nome ca na é porpósito.

Anúncios

farmacia2farmáça nova munte xique.

a nha maria caté expetou o dêdo pa medire dos diabetes camodos de ficare mais tempe páperciáre tude melhore né?

cagora na tá munte bém pós culaburadores (dantes quera empergados né?) do zé eitôre cos omes infiádes lá do bêco cagora na tém mirage pa destraíre.

oraquesta ã ? quera porvizório ã ?  camodos tão teramades né?

queu caté fico alorpado.

na se fás.

farmacia11

queu tive a lêre o site da cambra. digo ca na gustei mêmo nada daquelas palaveras anluzivas ó porfessore daniel.

atão co verador das fráses dótourado das lêteras narranjava outeras paláveras mais andecuádas?

      recém-desaparecido      valha-me s. besberto

 QUÉ AGORA QUISTE  CÁI  NÉ ?

ABANCA CÁ DA VILA E TOCA DENXÊRE O CÚ Á CONTA DAGENTE COS CADAVALENSES SEMPERE TERATÁRAM MUNTE MELHORE OS FURASTÊIROS CAPOIS QUÉ ISTE QUE SE VÊ. QUEU FOSSE O IRMINO CA SPETÁVA CUM FUGUÊTE P0 CÚ ACIMA CANTERRAVA LÁ DA TERRA DELE QUÉRA ADONDE AVIA DE TÁRE.

queu tive a vêre a tórada da telvisão e na é caquelas tórêras na xêgão sequére ós cálcanháres das nóssas tórêras ca fazem as tóradas cá da nossa práça ?

 olha quésta ã ? 

queu e a nha maria gustamos munte…

<object width=”425″ height=”344″><param name=”movie” value=”http://www.youtube.com/v/db1-IlnW2YY&hl=pt-br&fs=1″></param><param name=”allowFullScreen” value=”true”></param><embed src=”http://www.youtube.com/v/db1-IlnW2YY&hl=pt-br&fs=1” type=”application/x-shockwave-flash” allowfullscreen=”true” width=”425″ height=”344″></embed></object>

vejem só questes marmanges cupiáram a nha indéia.

ái ca bunitos !

munte amigos do curação dagente ca nha maria fás um cáxecóle pa dáre no natál.

ca nha maria diz ca tém ca ficáre inguále a ésta detrás e ca na xegô a tinta pá ferente. éra excusáde o cão páli a cagáre né?

o mô vezinhe ca têve amabelidáde dófercêre um coêlho á nha maria e quéla fês onte pó almôce. táva pa lambêre o beice ca nha maria fás acim queu vi –  mete lá do tache de bárro a cebôla picáda mais o sále alhe  azêite manlaguêta e lôro e tranca dois cópos de tintol e uma culhére de café ém pó qué o seguerêdo déla. dêixa acim do sábado e ó domingo antes dir á missa méte ó lume e cando vém da missa tá pa cumêr. conte agente viu a missa da telvizão e ca foi munte bunita lá ca miúdage cos xapéus munte culuridos e o pádre ca falôu munte bém. a nha maria tamém fês um arrôs dirvilhas co cáldo do coêlho. ai queu comi dalárve e cainda soberou pó almôce damanhê cagente é pôpádes ca vida tá cára. quinda levei uma pérninha pó neto do vezinhe.

 

ca caza fôsse minha queu amandáva um valênte bálde de mérda incima dêles…

 

                                               questa caza é qué um exemple.

mêmo mêmo no meio da vila caté custa aquerditáre na táre lá um préde né?

a nha maria e eu ca ficâmes munte imuciunádes désta caza assim munte linda e munte arranjáda.

vô faláre ó vérador das medálhas camodos datirbuíre a pláca de paterimónio da vila ca meréce né?

tá dito. quém vém cumigo?

 

 

  cães lá do párque dos lápis tém cacabáre !

 

atão comé ? ca continua a pôca vergônha dos cães á sôlta lá do párque e cas crienças na póde brincáre co mêdo ?

o dôno diz ca na fáz mále olhó caráças queu vô á géniérre qué obrigade a têre açaime

coje eu vi e éra um dêles pitebule e ôtro grande ós pinótes lá da rélva e ôtro ó pé do lágo ca táva ca tréla.

ai queu tênho páixão dos meus cães e cos animáis é pa tratáre comás peçoas agóra ca na cuncórdo caquela antitude dos cães assim á sôlta co párque é pás crienças brincáre á vuntade e na póde  e tamém já pa na faláre dos cagalhões lá da rélva qué uma purcaría indessente cos dônos ca são uns badalhócos nujentes ca na quére sabêre das crienças queu vi uma caxópa páí de 2 anes cum cagalhão do cão e camostrou á mãe…                                                      

atão ca vô dár muntes panrabéns ó véradôr das féstas ca táva tude munte linde .

 atão na é  ca senti um desgôste da na vêre lá o pão co xoriço da murtêra. ai nhas filhas adonde andão ca na távão cá? ca ném agente porvou os cuscurões qué uma delíça?

queu sóbésse mandáva a nha maria metêr uma barráca quela tamém ca desinracáva.

éstas fotorgafias foi o mô genre.

     

   

 

 

 

  

ó senhôre véradôr das féstas ólhe ca ficáva lá munte melhóre uma barráca co tintol pós reformades ca tamém vizitárão e táva munte calôre e agente ca tinha a goéla sêca…

ca caminete nóva é de  munte bom gôsto e vestoza ai lá isse é.

ca caminete nóva ca fazia munta fálta ai lá isse fazia.

ca caminete nóva foi dinheire munte bém gaste isse é ca foi… sem dúveda.

atão queu na cuncordo ca caminete fica assim tantes dias ali da rua pápanhare tanta xuva ca inferruja já tôda né ?

tamém na é percizo sêre acim tão manientes e váidózes. metião a caminete 1 dia lá da animárte pa tôdos aperciárem e já xêga.

cagora tém quir pá garáge pa nápanháre munte pó e na esteragár ca tém ca durár 40 anes e qué só pa saíre ó domingue pa pôupáre…

até ca na éra má idéia ofercêr um passeie ós reformados pa estriar… catita…

cos môs pêssegues estano tão munte lindes co ano paçádo táva com munte biche. e a nha maria é ca tráta queu na poço das cruzes co purverizadôr. ai ca regálo.

e casêros cos da furtaria só sábe a remédo.

na tô lá munte santesfeito não…queu bem vi ôtra espelanáda nóva dali da frente da loja das farramentas ca tá fexada e ca ócupa os lugáres pós carros ca fálta tantes lugáres pó estanciunamento e atão do dimas na se mete proquê ? é mêmo escriminação. vô trancár cum tintol pa desinervár. tá dito.

deste sábado é ca vai sêr lá cos putos do CAC e a nha maria tá anvizada que tenhe calevantár cêdo pa ir lá pápoiár cos gaijos merécem caté vão ganhár e tude…

o garrafão e o pixutes na pódem-se distraír e tém ca tár atentes da baliza

e o la fúria ca córre caté parece uma lébre qué munte pópulár paça a sêre o pop la fúria  co gaijo tem tomátes e o sorriso-metálico tamém tém  e todos tém acim munte grandes…á homes…

gárra e olho no andeversário qué canja… boa sórte… tá dito.

é duma ganda onra arrecebêr o senhore persidente de Portugal cá da nossa terra a modos de ináugurár a nóva escóla ca tá munte bonita e caté fás munta fálta ca vélha já é munta vélha e caté tamém é munte linda.

queu vi tudo cá de cima quera munte povo e ó depois é ca vi da telvisão caté eu e a nha maria ficámes acim um bucade imuciunados…

é ca foi bunito… e duma simpelicidade acim comá minha…gustei…

tenhe munta pêna da na ir lá ó almôço da furteira caté ma cunvidarão e na deixáva a nha maria sózinha né?  

 

                                                                                                                                                                           

 

 

 

    a nha maria tá avizada ca na anda ca cartêra ó ca mála ás vistas e ca mete a cartêra piquena do bolso.

ora questa catão ca gatunage canda cá  da terra e a géniérre na dá conta dos larápios ?

até ca comprendo cos gatunes tem carros munte putentes e co da géniérre é acim mais pó devagár coitades…

da nha indéia é queste ano como a ingreja já tá pronta ficáva o lucro da festa pa ofercer um carro mais putente á nossa géniérre cassim os bandides tão logo no papo. tá dito.       

            queu vô á cambra inlugiár o véradôr dos jadins e das paizages caquilo dafrente da comprativa tá de sa tirár o xapéu.  atão co véradôr deu órdes ós jardineros e co mérito até qué deles ca meterão tudo munte catita e folorido caté parece ca tames á spera do persidente.

agora co persidente acim quentrar na vila tém ca ser da rotunda lá das bandêras caté vai lá tár a miúdage pábanár os lencinhes acim todos á volta có depois sóbe até á cambra da rua da praça e dá a vólta pá comprativa ca modos co  persidente cálha entrár na vila da retunda do cemitéro ía pensár cafinál singanárão do caminho e ca cá somos assim pó badalhôco e sprezados.

agente é ca na pode fazêr má figura….atão ?

par já o títelo tá bem queu cupiei da telvisão.

atão na é co luís parcia um persidente lá do porgrama da telvisão?

caquela camiza das riscas e a péle munte lizinha caté fico cum inveja caquilo foi lá as gaijas bôas ca fizerão as massages da cara.

á ganda home  ca falou acim tão bém e sem váidozices e com munte estile… o rapás vai longe e vai memo…caté nunca subui-lhe o podêr á cabeça e qué acim munte mudesto e perestativo e caxei munte bonito a cêsta quele lá meteu cas coizas da nossa terra quera batatas e favas e tude.

o chéfe ca tava lá tamém tava munte bem e caté insinou a receita queu na tive tempo daprender ca foi munte depreça e na acho munte corréto ca na tenha ide mais chefes cá da terra qué escriminação…

a mégui táva assim tão linda e caquele véu branque da cabeça parcia uma dama e nem falou nada… olha mégui nha filha távas munte xique e da próxema assim como que na quer a coiza axegas pá ferente pá gente ver-te melhór e mai nada e pégas do micorfone e dizes adeus ágente .

foi mas é munte esquesite ca tivérão damostrár um mapa pa indicár adonde fica a nossa terra… atão semes assim tão do fim do mundo? caté diçerão ca vinha-sse pó bombarrál e cagente era depois…

vô á cambra pedir pa pormover mais a nossa terra igual ó algarve cassim na perciza da mápas… tá dito.

tá mál… tá munte mál…

a nha consulta oje táva marcáda pás 2 oras.

todá tarde dentre e fóra pa fumár um sigarrito.

 ás 6 oras tocame o telfone queu até tenho co mô genre moferceu do natal.

épá atão na é co ome do seguro que táva o tempe todo entertido a jugár lá do computador alevantasse e vém direito a mim comum toro

-toca a desligár isse inmediátamente !

-ó senhore é só a nha maria pa preguntar do jantar ca são 6 oras e eu aqui desde as 2.

atão na é quele disse assim:

-caluda queu na gosto ca ma respondão….

ora questa ã?   mal inducado ca na tem respeito nem pós reformades…..

     

tem dias cagente mete-ce a pensar das coizas da vida e dá conta cos anos paçam acim munte depreça e fica-se velho e podia ter feito muntas coizas e na fêz….

deste domingo queu tava aflito da nhas cruzes e a modos ca tive de môlho e caté pedi á nha maria pa cumprár o jornale queu gosto de ler lá do café. até ca vi lá a notiça da festa do frangue queu até tôme a lixar páquilo…

fico é com munta desgosto do cereál tár a faltar e agente inda vai amargár …

atão do meu tempo era a malhar da eira e depois as máquenas a desbulhar dias e dias sem parár e quera uma fartura e a nha vinha quera um regálo e a vindima  queu inda chiguei a fazer uma pinga da boa  e cagente ia ó moinho e a nha maria quinda amaçou o pão cagora já na tem forças…

atão cagora é tude da loja e na é ca dérão subecidos ó peçoal pa deixar as terras e tá tudo de poisio qué um desconsolo… é só erva por todó lado…e queixam ca falta o cereál á culpa de quém?

amanhei até pudêr e só larguei cando os males cumeçaram a menfraquejár. 

a nha fazenda quera de renda é só erva e o moinho agora qué o muzeu…

UM HOME NA XORA… MAS DÁ VONTADE…

 

na tenhe modes pa desquerver a nha furestação 

 robalhêra é o qué ! gatunage ! ganda robalhêra queu tô reformado !

atão 1 conto réis pa entrár na festa ?

atão cos gaijos aquerditaram no queu disse e co medo ca na chegava pa todos e vai disto e mete o pessoal a pagar 1 conto réis pa entrár lá na festa ? isse é quera bom… só lá vai os ricos cagente mais necitados na pode lá meter o cu…

e tinha ca ser este ano até queu levava 2 sacos cas caixas podia dáre nas vistas…

ora quinfia o frangue no sito queu cá sei… vô ó dimas trancar um tintol. tá dito.

 

 na sô munte canbeludo mas a modos queu tenhe ca curtar a gadelha ca vai quercendo atão cá anos ca vou ó toino barbero caté agente lá arranja sempre cunversa e cordelhice e tem ca passár o tempo e vai boer o tintol lá do dimas.

oje era dia dir á tosquia queu na ia  de mal aparate pá festa do frangue né?

na á direite a pagar um conto e quinhentes pa curtár meia dúza de cabelos ! caté marrepia qué uma fortuna e só vai quem quere.

atão né ca nha maria tá-me sempre ázoinár cavia éra de cumprar uma máquena ali da alice e corta ela o cabelo? na foi de modas e comprou memo a máquena ! eu é que na tava nada pós ajustes e calha ca mapanhou bem desposto á conta da festa e toca de xprimentar a máquena…

é pá, atão na é ca nha maria caté  sajeitou munte bem e na é ca ficô ingualzinho comó toino barbero ?

 4 cortes e tá a máquena paga… apois fazconta qué á borla.

cagente tem ca dar gánho ós da terra mas os reformados tem ca poupár né ? memo acim inda fui lá pa fazer a barba mas foi dantes do corte pa na dár a preceber…

 

 

 

 

  já ma lixaram otra vez!

um gaijo fica logo cas pernas curtadas e raio cos partiça catão nem derão tempo pa xplicar o pormenor!

atão na é ca cambra na asseitou nem nada a dar a licença pó mô negoce? atão proquê?

que tá tude ocupado e na pode ser mais taxes

atão queu até sei munte bem ca tá lá gaijos ca tem mais cum taxe e na podia ser só um pa dár lugare ó meu?

tá mal destirbuido e na posso com esta escriminação ós reformados.                                                                                         

                                                                                                                                                                                 

 venhe agora memo do óspital. era bicha até cá fora cá da rua e queu cria falar lá da sercretaria e na é ca vem logo o home do seguro e mete-ce á frente e manda tirár a cenha !

atão tem que tirarse cenha pa tudo? é qué pa justeficár o custo da máquena que na é só pa infeitar a parede…

é cenha pa falar co enfermero se fáz ó na faz o pense

é cenha pa falar cas do gixete ca tão sempre a rirse pá gente munte com cimpatia

é cenha até pa ir á retrete ca bixa pá spera demora e agente fica aflitos dir á retrete.

atão na é ca passa a dotora queu na via á meses e cagora ela tá cá? -sr besberto! come está? – ó dotora eu tô na bixa…  – venha lá daí queu atendo já.

cando agente introu eu assenteime da cadera e ela toca de screvere uma data de papeles. – tá aqui sr. besberto e passe bem e comprimentes á sua exposa.

cando ma meti a ler os papeles ora questa atão quera dir ó morgade aviar o remédo pó catarro e os compermidos pá tenção e pó costrole e mais a pomada de esfergar as cóstas e pás varizes.

a dotora asssim como cadivinha os môs males e caté dá gosto e na é precise agente sa queixar quela na squece nem paçados tantos mezes.

o rais ca partisse cagora já tá o guixete fexado e tamém passôu a vez da nha cenha….

inda vô lá assima trancár um tintol. tá dito.

 

 

atão cagora é a pêxaria nova e a nha maria foi lá ver e até ca gostou munte e qué o prece dos olhos da cara mas comela tinha vregonha se na compra nada deitô o corassão ó largue toca de cumpráre uns bocades de rebalo ca tava em pormoção.

ó pá bendita hora quela inventou cá um petisque caté vô insinar.

-mete o pão casero assim comós do chona da praça na tegela com áuga pa ficar mole e tem que tár cortade ós bucados

-ó depois mete dentre do tacho azeite e 2 alhos e 1 sebola picada e páí 3 tomates ós bocados e arrefoga munte bem e tempera co sal e pimenta e ajunta o pão e coze ó lume assim munte fraque canão apega tudo.

-atão da outra fergedeira mete azeite e ajunta 1 cebola em redelas e 1 cenora em redelas e tamém 1 alho ferancês em redelas e mete tude a estufár e ó depois mete lá o peixe ós pedaces e é até cozer.

-ó depois a nha maria tinha lá as folhas da côve lumbarda e meteu duma o peixe e emburlhou e atou cos palites. ca deu pa fazer 3 ó 4 rolos e ó depois fritôu os rolos no azeite.

…ai mô são besberto…

atão na é caquilo dáçorda cos rolos do peixe até parcia cô tava na splanada do storil cando agente foi lá da escurção queu bem vi caquilo era só ricos a comer coisas finas?

a nha maria hoje até ca vai garmar ca dose a dubrár e inda bem queu tinha cá um tintol do bom ca móferceram quisto pedia assim uma pinga melhore. tamém na pode ser todos dias pescada congeláda. tá dito

                                                                                                                  

a perpósito de musica na á melhor ca fanfarra e a banda. tá dito!

cando eu era novo inda tocava a banda lá encima no largo e agora é que já na tá na moda e eu tô munte contente por vir a sextafeira qué o dia que vem tocar muntas bandas.

já avizei a nha maria que na conte comigo que logo de manhã cede tô em montar a nha bancada dinstrumentes a ver se despaxo calquer coisita canão inferruja tudo e na pode ficar mais tempe arrecadado e tá dinheiro impatado.

e na é que tá munte nas vistas as banderas cos da cambra meteram e até devião de ficar sempre lá pás festas a seguir cagora só vai ser festas e na á necidade dandar hoje a tirar pau e amanhã pôr otra vez o pau.

tá bem cos da cambra percisam de trabalhar. mas andar sempre a expetar pau équé massador e um gaijo fica saturado sempre do mêmo…

 

 

                                                                   

onte tive quir lá acima pa minfromar disso do erriesse dos reformados cagora é obrigado e atão na é ca cando tava assentado comesso a ovir uma musica lá da parede? é pá, ca coisa tão xique dinterter agente ancanto tamos ali 2 oras assentados pá atender.

ô já tava assim tão á rasca de tanto tempe desperar ca cando me xamaram até recompensou caquilo que se mavistou lá do outoro lado do balcão … atão na é ca mulher tava assim cuma saia assim com munta falta de pano e umas argolas nas orelhas caté parcia as do meu joli?

até dá gosto agente ser atendides destes modos.é memo pa ficar agardado…gostei memo.

                                                                        

oje fui lá á cambra pa minformar lá da caminete pá feira de santana. táva assentado pá nha vez e na é ca aparece ó pé de mim lá a nova persidenta e ó senhor besberto como está? é lá… eu stranhei logo a cunversa e na é quela na vai de modas e a finjir que tava ca pena toda e lá foi dizendo co convite era só pa mandar pá festa dos velhos lá pá agosto e que na era pá festa do frangue? fiquei memo a pontos desganar a mulher…

na se faz… o quela mercia é queu metesse uma queixa lá no tribenal a pedir uma indenização por danes da cabeça que na parou de matutar na perparação da festa do frangue e nem dromi de jeito desde o convite.

lá cô vô levar na mema os caixotes ai isse é que na falha e vai aver frangue cá em casa o reste do ano.

na tenhe camiza decente ca ultema que comprei foi ó anibal cigano e quera tão meu amigo e era com ele queu mintendia. tenho memo sodades do anibal…

na loja do vintura já fexou e da maripol é os olhos da cara que na se pode né?

e vô mas é a santana e aporveito e trago tamém umas botas novas cas minhas já tão munte arremendadas por o Arminde qué ele que me safa.

eu cando ia á feira era co meu joli e agora faz tanta falta cô tenho que preguntar na cambra se na á carreira pa santana e como é cô vou e com tanta gente que vai lá já é tempo darranjar uma caminete na é ?

passôme logo a doensa

 

TÔ MUNTE IMPERSIONADO !

 

Atão na posso aquerditar queste ano os da cambra decediram convidar os reformades pá tirbuna de onrra da festa do frangue?
arrecebi o convite munte pomposo e na é que vinha lá scrite

 Exmo. Senhor Besberto Charrua

 e a nha maria até veie confrimar sera memo eu?
atão na é que fui logo lá acima ó dimas e o gaijos todos arreceberam tamém?
agente este ano é que vai ser as figuras públicas.
já na era sem tempe que sa lembrassem dagente caté fazemes sempre boa figura cos fatos do domingue. na é comesses que vem páí cas calças todas rotas armades em lisboetas finóros !
ai cô tou tão inchade de orgulhe ! tá dito.

 ISTE É UMA OMENAGE ÓS RAPAZES QUE GANHARAM MAIS UM E ÓS CAMPELOS.

– LA FÚRIA

– SORRISO-METÁLICO

– SEMÁFOROS

– LOIRINHA

– MIJA-MIJA

– PIXUTOS

– GARRAFÃO

– CHICLETES

– TRIDENT-SPLASH

– CAPIXA

– ÓSCAR -CUXOSO

– CARACOLETAS

 

Á RAPAZES ! MUNTE BEM FEITE E CONTINUEM A TER TOMATES.
 


tô de molho… a nha maria na me deixa alevantar só cando o dótor deço disser cô posso e logue agora queu tenhe uma novidade tão improtante pa contar e arrebento se na conto. fica pá manhã caté vô dromir em subersalto e a nha maria tá á spera pa me dar o xarope e pensa queu fui mas é á retrete e eu aporveitei e tocá vir até aqui.
tá dito.

Atão hoje é ca reparei ca casa dali do chá tá toda fechada?
Olha questa, atão queu até gostava de ver ali aquela juventude toda na paróda e cagora fumava e tude cá fora porque é poribido fumar dentre dos cafés e eu até nem acho munte bem.

ó carassas eu que sempre fumei e até mata ratos e agora na á direito cagente seja obrigados a fumar só cá na rua. na taberna tamém é poribido.
agora adonde é caquela malta sajunta?
deve ser na escadas do salão do toini. ten-se de pedir á cambra pa pôr lá uns tapetes pó cu na ficar tã frio
e tamém uns vases a servir assim de cinzeres pa na pôr as biatas pó chão

sanão o jaquim na tem paciença pa tanta biata.


Ai tô sim senhor cá cuma coisa que na sei por causa daquela notiça do arroxadas e na acho justo o gajo ser escriminado por falar a verdade toda, olhá porra atão agente agora na pode esperçar o que se passa? cando vi o porgrama até nem pensei quera assim uma coisa que dava nisto e agora até fico cos bofes à boca. atão e os empergados da cambra tamém na dizem o capetece? so persidente apanha o ezemplo é que vai ser do bom e benito.atão é que fica o concelho todo sem tarbalhadores e que faz tanta falta. adonde é cos homes vão arranjar um emprego assim tão perstigioso.é que tá tudo a tarbalhar na cambra…

Atão eu na sou menos cos outros. Uma vida de canseiras, mas agora já na vou ó campo. Quero é sopas e descanso. Sopa de feijão com uma côdia de pão e um tintol e tá a andar.
Até tenho saudades quando ia à fazenda. Tinha o meu Joli à ganda Joli que era assim que se chamava o meu burro que me puxava a carroça. Era uma festa quando iamos às feiras comprar os pordutos pa plantar. Aquilo era cada carga co meu Joli aguentava queu às vezes até nem vinha em cima da carroça pa na lhe pesar inda mais.
Já à uma data de tempo co meu Joli se finou coitado. Lá que tenho saudades dele é que tenho.
Os anos passam e até quisto da reforma até foi bem inventado sim senhor.
É pouco é pouco mas bem vistas as contas inda ganho mais agora que na faço nenhum do ca quando espatifava o coiro de sol a sol. Tá dito.

Atão na é que isto das novas tecnologias eu descobri agora e na quero outra coisa?

Ora eu que só tenho a 4a. classe e feita aos 18 anos venho a descobrir que estes computadores até parece aquelas estórias de bruxedos de dantes? é ca gente aqui vê tudo. eu cá gosto muito de conversar e assim de maneira que posso dizer aqui o que me apetecer porque os gajos lá na taberna são um bocado ingnorantes e só querem é jogar dominó.

Na escrevo lá muito bem mas desenrasco lá isso é que é. Assim posso contatar com outro pessoal mais novo e com outras ideias e assim pa não tar sempre a jogar á sueca e a ver televisão que só dá a mema coisa o dia todo .

Sempre quero ver se alguém me liga alguma, mai que na seja pa animar um bocado.

 

Dezembro 2017
S T Q Q S S D
« Jan    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Os mais clicados

  • Nenhum