You are currently browsing the category archive for the ‘velhos tempos’ category.

nsenhora

8 de dezembre dia de nóssa Senhora

coje qué dia de fésta né?

camodos faz muntes anos queu e a nha maria cazámes purque os trápos e a cama agente tinha ajuntáde á catempes. 

queu gosto munte da nha maria mêmo cando tá lá cas azêdas.

tenhe parmim quiste da festa da andiafa cavia de sêre adonde era dantes qué duma cansêra ire lá parcima cagente fica cos bofes á boca do caminhe né? atão quera aqui dos bombeires ca táva munte melhore né?

queu vô falare ó verador das festas camodos a porvidenciare caminete pós reformados.

ai ca falta ma fás o meu joli.

 

 

 

 

queu quero inlugiáre o toininho da iniçativa do baile camodos cagente gustou munte. tô derriádo da nhas cruzes ca nha maria quera só bailare queu na tenho a mêma angelidade né?

táva munte linde e munte xique as pinturas lá das paredes.

tamém mices cámuntas por aí né? ca nha maria aperezentasse bém.

ai ca festarada ire ó baile das vindimas da nha juventude.munte xique né?

ca nha maria tá munte vaidoza queu rezervei mesa pó baile lá do CAC. ganda toino ca deulhe  esta indéia berilhante quingatei o mô genre ca fomes lá á feira de santana comprare uma fatiota ca nha maria tamém aviou cum traje munte catita e uma mála nova capois vai lá á séfora fazêre a permanente.

a gizinha cuntinua inguálzinha

a nha maria áxa munte normále quéla na têve óme páturáre né?

atão quela grama cumigue á 40 anos qué disse quéla tá máis gôrda e vélha

qué só pa xatiáre ca nha maria diz sempere ca na pudia vivêre cem mim

ái queu gósto da nha maria.

do verão alembra.me sempre os fógos.

tocáva a siréne queu curria da noite a infiáre as cuécas po caminhe co bombeiro adonde estêija ó o ca tá a fazêre lárga tudo  ca tém oberigação dir rápido

co nósso côrpo de bombeiros quéra perimeira clásse.

ái ca tô derriádo da nhas cruzes.

é ca foi báiláre ca nha maria.

queste ano lévo o andôre da purcissão queu fáço munta questão cá anos qué acim.

ésta purcissão éra dantes cando éra novo camodos co andôre na custáva tânto queu vô conseguire na mêma.

 

do mô tempe quera acim e cagente éra munte váidózos pa engatáre as caxópas metia carrádas de berelhantina e pedía o fate emperestádo e quelas éra tude ás felores e coláre do pescoço quéra um regálo. ingatei a nha maria cuma pinta do caráças.

cagora as caxópas qué tude á véla e caté só bébe servêja e tude e élas é ca fazém o ingáte.. tá bém ca tamém tém direites né? mudrenices.

ataõ quém na sa lembra da vesita do mário suares cá á nóssa terra?  daquéla áltura quéra só lâma ca na tinha vérba pá rélva…

vejem só coméra a vila á mêia dúza de anos ca na avia prédos assim come agóra caté paréce mintira !

atão na é ca pudião metêr os prédos fóra da vila e cassim tude mesturáde na tém jeite e queu fico munte triste ! 

 ca válha os sítos ca tão iguál comá fonte caté marregála ir lá buscár água pá nha maria ca mim na fálha o tintol.

ca tenhe sôdades do corêto…

ná avia necidáde de deitár abaixo quera tão lindo… caté ca cambra pudia tirár o modêlo e fazêr iguál ca ficáva munte bém lá do lárgo né ?

e cagora a persidenta caté tem tantas vérbas pás féstas ca nunca acábão é ca pudia pensár em fazêr um curêto pa pôr lá as bandas a tucár o róque ca dáva munte mais nas vistas ca lá do párque adonde na vai os reformados e tamém ca éra bom pó coiro atuár ca cantão munte mas munte bém…

 

                                                                                                                                             

 

 

désta inauguração é queu gustei tamém purque veio cuntirbuir pó meu bém estár ca foi cando o améreco tomás inaugurô a adêga cumprativa  foi uma ganda fésta caté tinha a rua tôda infeitáda e tamém na faltáva a miudage cos lencinhes. ca foi de tirár-se o xapéu. foi cando eu era novo.

 

atão na é ca nha maria maparceu com ésta perciosidade?

-ó besberto olhó quencontrei ali da gaveta da cómeda…

ai ca da nha juventude é quera ! e arreparem só do desfile assim tão pomposo. tinha ó na tinha cantegoria?

e o largo cainda na tava lá a loja da maripól e era a lója do joão ó lado do café do rosa dali do lade direite da fotorgafia e paréce ca tô a ovir o som da fanfarra.

Agosto 2017
S T Q Q S S D
« Jan    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Os mais clicados

  • Nenhum